Quando o freio de mão não funciona?

Peças que, quando comprometidas, influenciam no desgaste do freio de mão: Pastilhas de freio desgastadas; Disco de frenagem desgastado; Má regulagem do freio de mão.

Como funciona o freio de mão elétrico?

O freio de mão (ou freio de estacionamento) sempre foi acionado pelo motorista por uma alavanca ou pedal. Mas o freio elétrico é acionado de duas maneiras. Ele trava o carro automaticamente quando o motorista desliga o motor. E o destrava quando se liga o carro e o coloca em movimento.

Qual a forma correta de puxar o freio de mão?

O ideal é que, no momento de puxar a alavanca se escute, no máximo, três ou quatro cliques. Se você necessita de mais cliques para travar as rodas, é sinal de que o freio está desregulado. Do mesmo modo, se tiver dificuldades para puxá-lo, isso também é indicativo de que ele necessita manutenção.

Tem que apertar o botão para puxar o freio de mão?

"Não precisa puxar com força ou você pode estrangular o cabo. Isso causa uma pressão excessiva que ao longo do tempo dificulta a ativação e desativação do freio e também prejudica sua eficiência", explica o mecânico Donizete Oliveira. "Puxar o freio de mão com o botão apertado também pode causar estrangulamento", diz.

Qual o valor para arrumar o freio de mão?

Quanto custa em média? O fluido de freio custa, em média, R$ 50. As pastilhas possuem variação alta: em um carro popular custa R$ 80 o par, mas pode chegar a R$ 500 em um importado. O par das lonas de freio custa R$ 80, o de tambor R$ 180 e o de disco R$ 250.

Quando o carro não tá pegando o freio?

O mais provável é um desgaste dos componentes do freio, ou seja, as pastilhas se desgastaram ou as lonas traseiras tiveram sua espessura muito reduzida provocando, portanto, esse aumento do curso do pedal. Então, a solução é simples: basta a oficina substituir esses componentes.

Imperdível também, confira...

Assine nossa newsletter

Receba as melhores postagens, dicas e ofertas por email