Qual o consumo do Lancer?

Suas médias de consumo ficam na casa dos 8,3 km/l na cidade e 12,6 km/l na estrada, lembrando que ele só é abastecido com gasolina.

Qual o defeito do Lancer?

[Defeitos apresentados] Aquecimento crônico do óleo do câmbio quando utilizada a troca manual, exigindo a instalação de radiador específico pela concessionária, somente após a ocorrência do superaquecimento. A fábrica deveria ter convocado um recall para solucionar o problema presente no projeto do câmbio.

Porque o Lancer saiu de linha?

A justificativa da Mitsubishi na época foi a rentabilidade, muito maior nos SUVs e crossovers que vende. Por isso, o desenvolvimento de uma nova geração do Lancer foi descartado. Isso não quer dizer que a décima geração do Lancer tenha chegado ao fim.

Porque não comprar um Lancer?

O Lancer não tem os mesmos itens de conforto que carros de valor semelhante, então esse é um ponto negativo a ser ressaltado. Além disso, o já mencionado acerto “esportivo” faz com que o carro seja mais duro que os concorrentes, o que é ruim para algumas pessoas.

Qual o consumo do Lancer 2013?

Veja quantos quilômetros por litro a versão Lancer 2.0 na estrada faz: 10,2 km/L.

Qual o câmbio do Lancer?

O sedã da Mitsubishi chegou ao país em 2011, importado do Japão com motor 2.0 e câmbio manual de cinco marchar ou CVT ou – nas versões esportivas -, com o 2.0 turbo com câmbio de dupla embreagem e 6 marchas.

Qual a diferença entre o Lancer CVT e GT?

Possui tudo o que as demais versões do sedã e ainda conta com rodas aro 18 e um visual mais esportivo. O câmbio também é um CVT de 6 marchas. Como possui o mesmo conjunto motriz das demais configurações, o desempenho do Lancer GT fica abaixo do esperado, resultado um tanto frustrante.

Imperdível também, confira...

Assine nossa newsletter

Receba as melhores postagens, dicas e ofertas por email