Quais os pontos positivos e negativos do Jeep Renegade?

Pontos positivos: quase tudo. carro robusto, passa segurança ao dirigir, acabamento de primeira, material de qualidade, carroceria feita com chapa mais forte, boa estabilidade, enfim, carro muito bom. Pontos negativos: o motor poderia ter um pouquinho mais de torque e seria perfeito.

Por que não comprar um Renegade?

Em pesquisa na internet, encontramos relatos de diversos defeitos e problemas com o SUV pernambucano, indo desde vidros que não fecham até problemas graves de travamento do câmbio com o carro engatado na tração 4×4. Mas, acima dessas reclamações, duas são as mais recorrentes no “jipe”: consumo e porta-malas.

Porque Jeep Renegade é ruim?

Relatos do Reclame Aqui falam sobre perda repentina de potência no motor 2.0 turbodiesel. Segundo os proprietários, SUV demonstra perda de potência durante a condução, a luz da injeção eletrônica acende e o veículo mal passa de 50 km/h.

Qual Renegade vale a pena?

Jeep Renegade Longitude 1.8 Flex e 2.0 Turbo Diesel 4x4 Vale a pena ressaltar que pelo preço que é vendido e pelos equipamentos oferecidos, essa versão possui o melhor custo benefício do modelo, alcançando 3,88 estrelas no Ranking Virgola.

Qual a mecânica do Jeep Renegade?

O mesmo acontece nas versões diesel de Jeep Renegade e Fiat Toro. Ambos saem equipados com o mesmo motor 2.0 litros turbo-diesel Multijet II que fornece 170 cavalos de potência máxima, e um impressionante torque de 35,7 kgfm já a partir de 1.750 RPM.

O que significa Jeep Renegade?

Jeep Renegade Além de ser o SUV mais vendido do Brasil, o nome Renegade foi usado pela Jeep em uma versão do CJ, o antecessor do Wrangler. Por isso, queria trazer, além do visual, o espírito do Wrangler para o SUV compacto. Renegade quer dizer renegado, em tradução literal: alguém que quebra tradições.

Imperdível também, confira...

Assine nossa newsletter

Receba as melhores postagens, dicas e ofertas por email